Feliz: Anderson Aquino avalia a estreia e planeja sequência de trabalho

Atacante entrou no segundo tempo na vitória por 4 a 1 sobre o Brasil de Pelotas, ontem (15) à noite no Estádio do Café

Feliz: Anderson Aquino avalia a estreia e planeja sequência de trabalho
Anderson Aquino durante a estreia pelo Tubarão, na vitória por 4 a 1 sobre o Brasil (Foto: Gustavo Oliveira/LEC)

O atacante Anderson Aquino foi uma das novidades da equipe principal do Londrina Esporte Clube, que na noite de terça-feira (15) bateu o Brasil de Pelotas por 4 a 1 no Estádio do Café. Com o resultado, o Tubarão ocupa agora a sétima posição do Campeonato Brasileiro da Série B e se aproximou da zona de acesso à Série A.
 

“Fiquei muito feliz em voltar a jogar. Já estava com saudade”, conta o jogador de 30 anos de idade, que defendeu o Figueirense no início da temporada. Em processo de saída do clube catarinense, havia atuado pela última vez em abril. “Melhor ainda com uma vitória como essa, com o nosso time jogando bem e, mais importante, voltando a vencer em casa”, avalia Aquino.
 

“Agora é aproveitar esse tempo maior que temos para treinar, melhorar a parte física e técnica e ajudar a conseguir esse tão sonhado acesso”, completou o atacante, que disputa o Brasileiro da Série B pela quarta vez na carreira – conquistou dois acessos, com o Sport (2006) e o Santa Cruz (2015).
 




Quem é ele
:
Anderson Angus Aquino
Posição: atacante
Nascido em 18/12/1986, em Foz do Iguaçu/PR
Revelado pelo Atlético Paranaense, passou também por Paraná Clube, Coritiba, Sport, Goiás, Ituano, Santa Cruz, Linense, Botafogo, Figueirense e pelo futebol da Geórgia. 
Está na quarta participação dele em Brasileiros da Série B. Em 2006, com o Sport, e em 2015, com o Santa Cruz, conseguiu o acesso à Série A.

 

Os números de Anderson Aquino na estreia pelo Tubarão
Atuou com a camisa: 20;
Entrou aos 41 minutos do 2º tempo, no lugar de Carlos Henrique. Com os acréscimos, esteve em campo cerca de sete minutos. Nesse período, fez com Artur uma das interações ofensivas da equipe. Finalizou uma vez a gol.

Time que estava em campo quando ele atuou: César; Reginaldo, Dirceu, Édson Silva e Ayrton; Jardel, Romulo, Patrick Vieira e Artur; William Henrique e Anderson Aquino.

Autor: Gustavo Oliveira/ Assessoria de imprensa LEC

Voltar à página anterior

DEIXE SEU COMENTARIO