Tubarão vence o Guarani de virada em Campinas e já tem pontuação de G4

Alviceleste superou desvantagem de dois gols para terminar com a vitória por 3 a 2 no Brinco de Ouro e chegar aos 27 pontos, mesma pontuação do quarto colocado Internacional

Tubarão vence o Guarani de virada em Campinas e já tem pontuação de G4
O Tubarão de Reginaldo (foto) já tem pontuação de G4 (Foto: Gustavo Oliveira/LEC 22-07-2017)

O melhor visitante do Campeonato Brasileiro da Série B voltou a entrar em ação. De virada, a equipe principal do Londrina Esporte Clube superou o Guarani por 3 a 2 neste sábado (29), em Campinas, e já tem a mesma pontuação dos de quem está na zona de acesso à Série A do Nacional.
 

Bruno Nazário e Genilson colocaram os donos da casa com dois gols de vantagem no Estádio Brinco de Ouro da Princesa. Jonatas Belusso, Édson Silva e Carlos Henrique anotaram os gols da vitória do Tubarão, que pôs fim a uma invencibilidade de 28 jogos dos anfitriões no estádio em competições nacionais. O próprio LEC havia sido o último algoz – 2 a 1 na Série C de 2015.
 

Com o resultado, o Londrina foi à sexta colocação do Brasileiro da Série B, agora com 27 pontos. América Mineiro (33 pontos), Vila Nova (29), Guarani (28), Internacional (27) e Juventude (27) são os cinco primeiros. Após 38 rodadas, os quatro melhores garantem o acesso.
 

O jogo
A partida parecia controlada para o Londrina, que não tomava sustos e até já havia tido possibilidades com Romulo e Igor Miranda quando um descuido cedeu ao Guarani o primeiro gol do jogo. Gilton cobrou o lateral da esquerda e a bola foi parar na área, nos pés de Bruno Nazário que abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo. Em jogada parecida, Fumagalli cobrou o escanteio da esquerda. A bola sobrou para o zagueiro Gilton, que girou sobre a marcação e chutou para ampliar para o Brugre, aos 30 minutos.

 

Os dois gols não desestabilizaram o Londrina, que pouco antes quase havia empatado quando Artur cabeceou e obrigou o goleiro Leandro Santos a praticar difícil defesa. O time alviceleste seguiu à procura do gol e o encontrou quando Jardel tentou o passe e o zagueiro campineiro Jussani, dentro da grande área, colocou o braço e desviou a bola. Aos 40 minutos, Jonatas Belusso cobrou o pênalti com precisão e deu início à reação. Décimo gol do atacante no BR Série B, artilheiro isolado da competição.
 

O goleiro César também foi exigido no jogo, como quando Caíque chutou forte aos 59 segundos da etapa final. Também contou com a ajuda do travessão no momento em que o mesmo Caíque incomodou ao cabecear aos 17 minutos. Aos 18 e aos 20 minutos, o arqueiro alviceleste parou duas tentativas de Bruno Nazário. Com tudo certo lá atrás, o poder ofensivo do melhor ataque da Série B não demorou a se manifestar.
 

Aos 33 minutos, Artur cobrou escanteio da direita e o zagueiro Édson Silva, apresentado na última quarta-feira (26) no CT da SM Sports, aproveitou para anotar de cabeça o primeiro gol dele, logo no jogo de estreia com a camisa do Tubarão. E da mesma maneira que já havia feito na vitória sobre o Goiás, o atacante Carlos Henrique mostrou que outra vez estava sintonizado com o jogo. Saiu do banco de reservas e caprichou no chute da entrada da área que, estufou a rede adversária. Final: Londrina 3 a 2.
 

Programação
Após a superar o Guarani, o elenco do Tubarao passa a noite em Campinas. Na manhã de domingo (30), segue para Belo Horizonte. Na capital mineira, faz a última atividade antes de enfrentar o América Mineiro, às 20h30 desta terça-feira (1), no Estádio Independência, pela 18ª rodada da Série B.

 


Ficha técnica:
29 de julho de 2017, sábado
GUARANI 2 x 3 LONDRINA
Campeonato Brasileiro da Série B – 17ª rodada
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas
Início: 16h30
Meteorologia durante a partida: Parcialmente nublado. Temperatura: 25ºC.
Público pagante: 7.128
Renda: R$ 116.641,00.

 

Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf  (CBF/MS)
Árbitro assistente 1: Eduardo Gonçalves da Cruz (CBF/MS)
Árbitro assistente 2: Leandro dos Santos Ruberdo (CBF/MS)
Quarto árbitro: Leandro Ferreira Lima (CBF/SP)
Analista de campo: Eduardo Cesar Coronado Coelho (CBF/SP).

 

Cartões amarelos:
Evandro (GUA), aos 28min do 1ºT;
Jussani (GUA), aos 39min do 1ºT;
Celsinho (LEC), aos 46min do 1ºT;
Romulo (LEC), aos 4min do 2ºT;
Ayrton (LEC), aos 23min do 2ºT;
Caíque (GUA), aos 25min do 2ºT;
Richarlyson (GUA), aos 27min do 2ºT.

 

Cartões vermelhos:
Não houve.

 

Gols:
Bruno Nazário (GUA), aos 18min do 1ºT (GUA 1x0 LEC);
Genilson (GUA), aos 30min do 1ºT (GUA 2x0 LEC);
Jonatas Belusso (LEC), aos 40min do 1ºT (GUA 2x1 LEC);
Édson Silva (LEC), aos 33min do 2ºT (GUA 2x2 LEC);
Carlos Henrique (LEC), aos 40min do 2ºT (GUA 2x3 LEC). 

 

GUARANI
01-Leandro Santos
02-Lenon
03-Genilson
04-Jussani
06-Gilton
07-Evandro
10-Fumagalli (93-Luiz Fernando, aos 13min do 2ºT)
20-Richarlyson
22-Bruno Nazário
23-Caíque (09-Eliandro, aos 29min do 2ºT)
77-Gabriel Leite (21-Denner, aos 7min do 2ºT)
Técnico: Osvaldo Alvarez (Vadão)
Suplentes que não participaram da partida: 12-Vagner; 15-Léo Rigo, 19-Betinho, 31-Kelvin, 38-Bruno Mendes, 40-Salomão, 91-Claudinho e 99-Serafim.

 

LONDRINA
01-César
02-Reginaldo
03-Gustavo Silva
04-Édson Silva
05-Romulo (15-Rafael Gava, aos 30min do 2ºT)
06-Ayrton
07-Arthur
08-Jardel
09-Jonatas Belusso (18-Wellisson, aos 38min do 2ºT)
10-Celsinho
11-Igor Miranda (19-Carlos Henrique, aos 19min do 2ºT)
Técnico: Cláudio Tencati
Suplentes: 12-Victor Golas, 13-Marcondes, 14-Lucas Ramón, 15-Rafael Gava, 16-Kady, 17-Bidía, 18-Wellisson e 20-Marcinho.

 

Próximas partidas:
GUARANI
01/08: Luverdense x Guarani
05/08: Guarani x Internacional
11/08: Brasil de Pelotas x Guarani
19/08: Guarani x Santa Cruz
26/08: Figueirense x Guarani

 
LONDRINA
01/08: América Mineiro x Londrina
05/08: Londrina x Vila Nova
12/08: Internacional x Londrina
15/08: Londrina x Brasil de Pelotas
26/08: Luverdense x Londrina

Autor: Gustavo Oliveira/ Assessoria de imprensa LEC

Voltar à página anterior

DEIXE SEU COMENTARIO